Fale conosco

(11) 2865-3286 | 2601-3608

Funcionamento

das 9hs às 18hs

E-mail

contato@lunaneventos.com.br

Fraque, terno ou smoking: qual escolher para o casamento?

Apesar do vestido de noiva ser a grande expectativa do casamento, o traje do noivo também conta muitos pontos. Por isso, escolher entre fraque, terno ou smoking se torna uma tarefa complexa. O grande diferencial, em um momento como esse, está em buscar informações sobre como cada traje se encaixa na cerimônia

A partir disso, fica muito mais fácil criar um visual personalizado de acordo com a preferência do noivo. Mas tome cuidado! Além da elegância necessária para a ocasião, o conforto também deve ser prioridade na hora de garantir que o grande dia seja inesquecível. 

Quer saber mais? Então, acompanhe o artigo a seguir, pois explicaremos as diferenças entre fraque, terno e smoking. Vamos lá?

Smoking

O traje tradicional de festas de gala costuma ficar muito bem em noivos de casamentos tradicionais. O visual completo, nesse caso, é composto por um paletó com lapela de seda ou cetim, colete, faixa, camisa branca, sapato clássico e gravata borboleta.

Quando o noivo optar por algo tão formal, o mais recomendado é que os padrinhos também escolham o mesmo estilo para tornar a identidade visual da cerimônia mais harmoniosa. Uma opção bastante usada também é o modelo black-tie que se diferencia do smoking apenas por ser composto por peças pretas em todos os detalhes. 

Fraque

Muito tradicional em casamentos ingleses, o fraque é pouco usado no Brasil. No entanto, alguns noivos que desejam fugir do lugar-comum costumam valorizar muito essa opção de traje. Combina muito com festas elegantes de cerimônias noturnas.

A composição envolve o paletó de calda longa (especialmente em preto), calça preta ou cinza, colete branco, camisa e gravata estilo plastron. A regra aqui é a mesma do smoking. Quando o noivo optar pelo estilo, todos os padrinhos também devem se vestir de forma semelhante. 

Meio fraque

Para quem gosta do estilo mas não quer investir em um formato de traje tão tradicional, a melhor solução é o meio fraque. Esse modelo, na verdade, existe apenas no Brasil e faz o maior sucesso entre os noivos. A adaptação foi composta para deixá-los mais confortáveis durante o grande dia sem perder a elegância necessária da ocasião. 

Indicado também aos casamentos noturnos, o meio fraque é composto por um paletó mais curto, sem cauda e com apenas um botão. O colete pode ser de diferentes cores para tornar o visual mais descontraído. A opção costuma ser excelente para os homens de baixa estatura, já que o fraque tradicional tende a ser mais favorável aos altos. 

Terno

O terno é o clássico dos clássicos do casamento. Opção número um de 9 entre 10 noivos, o modelo é sempre democrático e fica bem em qualquer tipo de cerimônia. Claro que cada estilo de festa pede uma adaptação personalizada.

Por exemplo, em uma união na praia, a melhor opção é um conjunto com tecidos leves sem gravata ou, até mesmo, sem o paletó. Já em formatos tradicionais em igrejas e salões de festas, o terno completo segue sendo o mais indicado. O traje completo costuma ser formado por paletó, calça e camisa e colete opcional.

Em alguns casos, a gravata deve ser usada conforme a preferência de cada um. Não tem segredo! Existe uma liberdade muito grande de adaptações, já que a identidade visual da festa também também precisa ser levada em conta na hora da escolha.     

Pronto! Agora você já sabe como escolher entre fraque, terno ou smoking. Lembre-se que é muito importante ter cuidado ao compor o traje do noivo para que ele se sinta confortável durante a cerimônia. Sem contar que a harmonização com os outros detalhes da composição, como o estilo da noiva, faz muita diferença no resultado diante dos convidados. 

Gostou das informações deste artigo? Então, você vai gostar de saber como o noivo pode usar suspensórios corretamente no casamento!

Compartilhe!

Lunan Eventos

Cuidando dos mínimos detalhes